Faz Sentido Registrar Meu Próprio Nome e Sobrenome Como Marca no INPI?


Sim, faz total sentido.


É comum empreendedores e empreendedoas acharem que não é necessário registrar a marca do seu negócio quando é o seu próprio nome e sobrenome (Já que o nome é meu, não é verdade?!), mas isso pode ter consequência graves se você não cuidar atentamente da sua marca sem registro. No pior dos casos, você precisará trocar de marca (algo muito penoso para você que construiu tudo), mas se você agir como uma empreendedora inteligente, não será necessário.


Vamos compartilhar alguns exemplos (que vocês vão gostar muito, aposto!) de marcas brasileiras registradas no INPI que são nomes próprios e sobrenomes. Muitos dessas empreendedoras e empreendedores começaram com seus próprio nome ou foram evoluindo em seu mercado e criaram marcas com seu próprio nome.


Você sabe o que essas marcas tem em comum?


Carlos Miele, Ricardo Almeida, Alexandre Herchovitch, Vanessa Abudd, Alexandre Birman, Helena Bordon, Cris Barros, Emannuelle Junqueira, Patrícia Bonaldi e Adriana Degreas.


Exato! Todas com marcas registradas no INPI. Mesmo sendo o nome e sobrenome.



Você precisa tomar alguns cuidados especiais, pois não é porque você tem o seu nome como marca que o INPI concede imediatamente para você a marca, ou seja, não é um processo automático de registro. O nome próprio só pode ser registrado com consentimento da pessoa (ou dos seus herdeiros ou sucessores, se a pessoa já tiver morrido) de acordo com art. 124, inciso XV, da Lei de Propriedade Industrial.


Após marca depositada, o INPI inicia suas análises para aceitar ou não o registro da marca com os devidos cuidados para não gerar confusão ao consumidor. Por exemplo, se você sem o sobrenome Almeida e chama Ricardo, diria que seria praticamente impossível você ter uma outra marca registrada "Ricardo Almeida" no ramos de vestuário, pois já existe essa marca e por coincidência, com o seu mesmo nome e sobrenome.


Importa Sim,

Ser a Primeira Depositar Marca.


Entenderam agora a importância de ser o primeiro a depositar no INPI? Isso pode significar continuar com a sua marca ou precisar mudar tudo (infelizmente).


Existem muitos outras áreas empresariais que os nomes próprios excercem papel relevantes como nomes de marcas. Por exemplo: clínicas médicas, Youtubers e influenciadores digitais.


Viu só? Se a marca do seu negócio é o seu nome e/ou sobrenome, registre!


----


Agora, cá entre nós, conte com o InstaRegistro.com para te ajudar em todos o processo.

Depositamos e Acompanhamos a marca do seu nome e sobrenome. \o/


Solicite Super Busca Aqui e Saiba Quanto Custa Registrar Marca com Nome e Sobrenome no INPI.